Photo-14
outubro 20, 2014 Notícias Nenhum Comentário

Silvicultura de Florestal Plantadas foi Destaque de Treinamento Realizado em Curitiba

A silvicultura de florestas plantadas foi o assunto de um grupo de profissionais, nos dias 16 e 17 de outubro, em Curitiba (PR). O planejamento; a implantação, reforma, manutenção de florestas plantadas; e o controle de operações silviculturais, foram aspectos debatidos pelos 32 participantes do 2º Curso de Aperfeiçoamento Técnico em Silvicultura de Florestas Plantadas, desenvolvido pela Malinovski em parceira com as empresa IMA Gestão e Análise Florestal, BlackWood Forest Business & Consulting e a Interseção Florestal.

Para Luis Ricardo Ramalho de Oliveira, assistente técnico de projetos na Klabin, o Curso foi uma oportunidade de conhecer o que as empresas têm disponível de tecnologia no mercado. “Ter acesso a elas, assim como trocar informações com outras empresas, instrutores e profissionais de outras regiões é essencial para que no retorno para a empresa possa dividir o conhecimento adquirido com os colegas de trabalho”, avaliou.

A possibilidade de levar o conteúdo para os colaboradores também foi destacada por Pedro Fernandes, proprietário da L&P Agroflorestal, prestador de serviço, no Estado de Goiás. “Gostei do conteúdo e vou poder dividir os conhecimentos, principalmente, em relação ao controle das formigas. Temos apenas três anos de experiência com silvicultura, por este motivo, vim me aperfeiçoar.”

O curso superou as expectativas de Petrônio Lívio de Araújo, sócio da Kleverson, Mesquita, Mello e Outros. “O networking feito com empresas de vários níveis é extremamente positivo porque conseguimos perceber que estamos em um nível semelhante. A troca de experiências é essencial também, graças a ela estou saindo daqui com milhares de ideias na cabeça”, contou Petrônio.

A profissional da Montes del Plata, Maria del Rocio Gallarza Micale, ficou satisfeita com o curso e identificou que as técnicas de manejo são muito semelhantes entre o Brasil e Uruguai. “Há muita similaridade no que se refere ao manejo de plantações e reflorestamentos, mas há muita coisa que não se pode desenvolver no Uruguai.”

A prestadora de serviços, Camila Cristiane Sestrem veio buscar informações sobre controle das operações. “Tenho muitas planilhas com informações e tinha que criar um indicador viável para controlar e comparar a realidade das empresas que atendo, melhorando assim rendimentos e melhorar o planejamento, encontrei essa informação no curso”, afirmou.

A próxima edição do Curso de Silvicultura de Florestas Plantadas será realizada em novembro de 2015. Este curso também pode ser realizado in company.

Escrito por Giovana Massetto